Cases de sucesso de casais empreendedores

Empreendedor

Dia dos Namorados chegando e 99% das matérias que veremos por aí serão sobre melhores presentes, histórias de amor e aquela mesma história que se repete ano após ano. Mas, aqui no Certisign Explica, resolvemos fazer algo diferente.

Isso porque, ao invés dos clichês de sempre, que tal focarmos no combo “Amor + Empreendedorismo”? Bem mais legal em tempos de crise econômica, não? Logo, sem mais delongas, confira quatro cases de sucesso nos negócios que podem inspirar você e sua alma gêmea a criar seu próprio negócio

Amor + Empreendedorismo 4 casos de sucesso

Found-It – Julia Sanches e Thiago Speranzini

Casados desde 2016, mas namorados desde 2009, o casal Julia Sanches e Thiago Speranzini resolveram não obedecer a regra do “amigos, amigos, negócios à parte”. Com isso, resolveram criar, em 2013, o Found It, um e-commerce focado nos chamados “presentes criativos”.

Na página, você pode escolher uma série de presentes inusitados para dar a seus amigos e familiares. Desde uma cesta com cervejas importadas, passando por viagens à Campos do Jordão, até kits com comidas saudáveis, arranjos de flores especiais e muito mais.

A partir daí, o negócio decolou (o investimento inicial para abri-lo foi de R$ 100 mil) e hoje o Found It diversificou sua área de atuação, oferecendo mesmo kits focados para crianças e até mesmo empresas.

Fakini – Moacir Fachini e Carmen Fachini

Casados há quase 40 anos, o casal Moacir e Carmen Fachini resolveram unir forças em um empreendimento próprio em 1994, quando fundaram a Fakini, uma fabricante de roupas voltada aos públicos masculino, feminino e infantil.

Em entrevista ao site Administradores, eles afirmaram que a parceria do casal foi essencial para atravessar os momentos de crise pela qual passou a empresa, principalmente em 2004, com a queda do dólar. Nesse período, segundo o empresário, “os produtos exportados por R$ 10 passaram a valer R$ 4”, atingindo em cheio as receitas da empresa. “Foi uma época muito difícil e, talvez mais do que nunca como sócios, nos apoiamos demais. Passei a admirar o Moacir ainda mais por sua postura diante da situação. Ao final, a crise fortaleceu nossa união”, relembra Carmen.

bannerCopadomundo

Vazoli – Eric e Sibele Vaz de Lima

O casal Eric e Sibele Vaz de Lima aprenderam na prática que “a necessidade é a mãe da sabedoria”. Após perderem seus empregos como bancários quase ao mesmo tempo – e ainda descobrirem que tinham um filho a caminho – eles tiveram aquele lampejo que sempre acomete os empreendedores bem-sucedidos e criaram a Vazoli, uma instituição especializada em oferecer crédito consignado e empréstimos para negativados.

Usando sua expertise no mercado financeiro, eles conseguiram transformar a Vazoli em uma rede de franquias com quase cem lojas, especializadas em oferecer crédito para funcionários públicos, aposentados e também para trabalhadores da iniciativa privada. E ainda trabalham no fornecimento de empréstimos para a categoria de autônomos. Em todos esses casos, é possível obter um empréstimo mesmo com o nome sujo. A partir desse nicho, a Vazoli já tem um faturamento de mais de R$ 170 milhões.

Maria Passadeira – Fabíola Torres e Alex Cardoso

O casal Fabíola e Alex resolveram explorar comercialmente uma atividade que é odiada por 10 entre 10 pessoas: passar roupas. Com isso, resolveram abrir a Maria Passadeira, que cujo modelo de cobranças é baseada em…caixas (!!)

Segundo os empresários, o volume é calculado de acordo com caixas de dois tamanhos. A grande custa R$ 49,90. A pequena, R$ 39,90. Com estes valores, pode-se colocar nas embalagens o que couber. Em uma caixa grande, por exemplo, o cliente pode colocar o equivalente a 15 roupas tamanho adulto, 40 peças de bebê ou cerca de 28 infantis, sendo que os valores variam por peça de roupa. Em entrevista ao Jornal do Comércio, Alex afirmou que “as lavanderias não querem fazer só o serviço de passar. Isso atrapalha a operação delas. Se você levar uma blusa ou calça sujas para fazer todo o serviço ou levar a mesma peça limpa só para passar, a diferença de preço costuma ser de R$ 1,00″.

Para os próximos meses, os proprietários da Maria Passadeira planejam abrir uma rede de franquias em nível nacional. Atualmente, a empresa atende apenas a cidade de Porto Alegre. Para conhecer melhor a companhia, visite o seu site.

E que tal economizar no Dia dos Namorados com o Clube de Vantagens Certisign?

Afinal, quem tem um Certificado Digital da Certisign tem acesso ao Clube de Vantagens, um programa de relacionamento que dá descontos exclusivos nos maiores e-commerces do Brasil, além de outras lojas online.

E no Dia dos Namorados, isso não podia ser diferente. Você tem descontos em lojas como a Zattini (15%), Netshoes (15%), Cinemark (50%), Hotel Urbano (10%), ChefsClub (15%) e muitas outras.

Para conhecer todas as vantagens do Clube de Vantagens Certisign, acesse o site do programa. E Feliz Dia dos Namorados.

Você também pode gostar: Como tornar seu networking mais eficiente para o seu negocio

Fontes: Exame / Administradores / Época Negócios / Jornal do Comércio

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Lost Password