5 documentos que foram digitalizados em 2018

Benefícios e Aplicações

No Dia 05 de junho, comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Uma data em que lembramos da urgência em termos um planeta que já passou da hora de primar pela sustentabilidade, com boas práticas que beneficiam não apenas uma camada privilegiada da população, mas a todo o ecossistema.

E dentro dessa missão de privilegiarmos o meio ambiente, eliminar o papel sempre que possível já é um belo passo e algumas iniciativas nessa direção já começam a aparecer. Confira algumas delas. As árvores (e a natureza) agradecem.

5 documentos que já tem a sua versão digital

CNH

Considerada por muitos um documento até mais importante que o RG, a CNH (ou Carteira Nacional de Habilitação) ganhou uma versão digital definitiva em 2018. Com isso, você elimina a edição em papel e terá o documento na palma da sua mão, mais especificamente na tela do seu smartphone.

A CNH Digital oferecerá mais segurança, pois traz todos os dados protegidos por camadas de criptografia, o que assegura sua autenticidade. Além disso, novidade também fará com que os condutores que a adotarem não sejam multados por estar sem a CNH tradicional e terá a mesma validade jurídica do documento em papel, que continuará sendo emitido.

Outra vantagem desse e-documento é a praticidade: quem tem Certificado Digital ICP-Brasil (como o da Certisign) poderá solicitar a CNH digital no site do Denatran, sem ter que fazer agendamentos prévios ou enfrentar filas. Além disso, a CNH Digital é protegida contra a adulteração, graças ao uso do Certificado do requerente, nos casos das carteiras solicitadas pela internet, e do emissor, nos casos das solicitações presenciais no Detran. Ou seja: a fraude de identidade também é inibida com a versão eletrônica, o que é bom para os órgãos reguladores e o próprio motorista.

Título eleitoral

Também conhecido como e-Título, trata-se de um aplicativo que permitirá aos eleitores acessarem uma via digital do título de eleitor por meio do seu smartphone ou tablet. Criada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), a novidade foi abraçada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e será adotada em todo o país, a começar em 2018, quando teremos eleições para presidente, governador e a escolha da nova assembleia legislativa (deputados federais e estaduais).

No aspecto sustentável, o e-Título surge como alternativa à emissão de títulos eleitorais em papel e trará ainda economia perceptível na redução dos custos da Justiça Eleitoral, como a emissão de segundas vias dos títulos extraviados, suprimentos de impressora, entre outros. Para o eleitor, o benefício virá na facilidade de ter os seus dados eleitorais sempre seguros e disponíveis, diminuindo os riscos de extravios e danos ao título de eleitor.

Para acessar o documento digital, o eleitor deverá baixar o aplicativo e-Título no Google Play (caso tenha um smartphone Android) ou na iTunes Store (caso tenha um iPhone). Ao inserir no aplicativo, o número do seu título eleitoral, seu nome, o nome da mãe e do pai e a data de nascimento, o e-Título será validado e liberado. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao usuário.

A versão digital do título trará novidades em relação à via tradicional, impressa. O documento terá agora a foto do eleitor para identificá-lo na hora da votação. Contudo, essa possibilidade vale apenas para aquele que já fizeram o recadastramento biométrico, momento em que é capturada uma foto do cidadão junto com suas impressões digitais. No entanto, não há nada que impeça que os eleitores que ainda não fizeram o recadastramento biométrico baixem o aplicativo para usar no dia da eleição, porém terão de apresentar documento de identificação com foto.

bannerCopadomundo

Dinheiro

Ano após ano, é fato que usamos cada vez menos as notas de dinheiro para fazer transações, já que elas vêm sendo substituídas pelos cartões de débito e crédito e, em um ritmo bem mais lento, pelos smartphones. No entanto, na China, essa revolução está em um ritmo bem mais acelerado, graças a um aplicativo: o WeChat (ou Weixin, como dizem os chineses).

Criado pela Tecent, uma das maiores empresas de Tecnologia daquele país, o WeChat praticamente baniu o dinheiro do território chinês. O aplicativo permite pagar contas, comprar bilhete de metrô, trem e até avião, pedir comida, realizar transferências bancárias e, claro, fazer compras. Para isso, basta mirar a câmera do smartphone para os códigos QR que ficam posicionados ao lado dos produtos e a conta está paga.

Para se ter uma ideia do nível de disseminação do WeChat na China, até mesmo moradores de rua usam o aplicativo para pedir esmolas. Assim como no caso das compras, basta apontar seu celular para o QR Code da pessoa e definir o valor da ajuda.

Apple Pay, Google Pay, WhatsApp, Facebook….todos esses ainda têm um loooongo caminho para percorrer se quiserem alcançar o exemplo chinês e eliminar o dinheiro.

RG e CPF

O DNI (ou Documento de Identificação Digital) é uma iniciativa do Governo Federal que quer extinguir as versões em papel dos bons e velhos RG e CPF. Trata-se de um documento digital gerado por meio de aplicativo disponível para smartphones e tablets nas plataformas Android e iOS. O projeto piloto será testado, inicialmente, com os servidores do TSE e do Ministério do Planejamento, que poderão fazer o download do aplicativo e validar o documento em postos localizados nos dois órgãos. A expectativa é de que o documento esteja disponível para os cidadãos em geral a partir de julho deste ano.

Após se cadastrar no aplicativo, o cidadão deverá se dirigir a um posto de atendimento para validar o cadastro. O próprio aplicativo mostrará as opções de pontos mais próximos do requerente. O documento utilizará a base de dados do cadastro eleitoral e somente poderá ser utilizado por quem já fez o cadastramento biométrico (coleta de foto e das impressões digitais) na Justiça Eleitoral. Esse procedimento tem como objetivo reforçar a segurança, a confiabilidade e a higidez da identificação.

Uma das funcionalidades do novo documento é a que permitirá que um DNI possa ser conferido por meio da leitura digital do QR-Code do documento apresentado. Isso aumenta a o nível de verificação do documento, dificultando que uma pessoa possa se passar por outra no momento de se identificar.

Além disso, o QR Code do documento será mutável, a cada vez que o aplicativo for aberto. Outro importante quesito de segurança será a marca d’água existente ao lado e embaixo da fotografia, também mutável a cada acesso ao aplicativo, que permitirá conferir o dia e hora em que o documento foi aberto. Essa medida procura evitar que ‘prints’ de tela de terceiros sejam usados como fraude à identificação.

E se você quer tornar a sua vida cada vez mais digital (e nosso planeta mais sustentável), que tal assinar contratos digitais?

Embora não seja uma novidade de 2018, uma das melhores coisas que o ser humano fez para o mundo foi criar a tecnologia, então nada melhor que utilizarmos dela para fazer bem ao meio ambiente. Com a digitalização de documentos, arquivos, contratos e afins, conseguimos reduzir consideravelmente o consumo de papel e consequentemente a derrubada de uma árvore, ajudando na preservação de nossos recursos naturais.

Uma boa oportunidade para usar o Portal de Assinaturas. Solução Certisign desenvolvida para tornar possível qualquer empresa ou usuário assinar e gerenciar documentos de forma totalmente online e automatizada. Nele, é possível assinar qualquer tipo de documento, de qualquer formato com total validade jurídica utilizando o seu Certificado Digital. O Portal de Assinaturas simplifica todo o processo de assinaturas de documentos.

Você não precisa mais perder incontáveis horas em filas ou vários dias para receber sua via assinada pelo motoboy. Em apenas alguns cliques, você envia e assina documentos acessando de qualquer dispositivo, em qualquer lugar do mundo. Além da própria assinatura, o Portal de Assinaturas Certisign faz a guarda e gestão de todos os seus documentos eletrônicos de forma segura, armazenados por até 5 anos. Saiba mais sobre o Portal de Assinaturas aqui.

Você pode gostar: Leroy Merlin adota assinatura digital da Certisign

Fontes: O Globo / TSE / Detran

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Lost Password